NOTÍCIAS


Empaer apresenta projeto de resgate de produção de sementes tradicionais no Dinetec

Com uma programação diversificada, o estande da Empaer contou com a participação de dezenas de produtores, moradores e público em geral

Produzir sementes tradicionais de milho, feijão vagem, feijão mungo verde e mungo preto, dois tipos de crotalarias, sorgo BRS Ponta Negra e mix para cobertura de solo – é o objetivo do projeto “Resgatar, produzir e conservar”, desenvolvido pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer). O trabalho que alia um alto valor cultural está sendo apresentado durante a semana no Dia de Negócios e Tecnologia (Dinetec), no município de Canarana (a 823 km de Cuiabá) que começou na terça-feira (10.01) e encerra nesta sexta-feira (12).

A frente da iniciativa, o técnico da Empaer Gildomar Avrella explica que viu a necessidade de garantir aos agricultores familiares da região uma variedade de culturas com características peculiares de adaptação às condições locais, além de ser uma prática cultural e ancestral que é ensinada de geração em geração.

Gil destaca que o projeto inclui as sementes que poderão ser usadas na segurança alimentar a exemplo do milho e feijões. Além das culturas para manejo de doenças do solo e cobertura no sistema de plantio direto, entre elas o milheto, brachiaria ruziziensis e brachiaria brizantha – BRS Piata, trigo morisco, crotalarias e outras.

“Essa multiplicação de sementes é uma prática comum de agricultores mais velhos, mas anda esquecida. Nosso foco é mostrar a nova geração que é possível produzir essas culturas em pequenos espaços e gerar novas sementes para serem fomentadas em outras propriedades”, comenta ele.

Na primeira experiência, Gil conta que com 300 gramas de milho conseguiu colher 45 quilos de sementes que serão entregues para os agricultores interessados em participar da iniciativa. “O foco é tornar os produtores multiplicadores. Durante a abordagem, fui bem recebido por ser uma prática comum que agrega as culturas tradicionais e ajuda no intercambio dessas espécies e variedades resultando em um patrimônio genético conservado”.

O estande

Nos três dias de programação no estande, a equipe da Empaer do escritório local abriu com palestras sobre as oportunidades comerciais para melhorar a eficiência e a rentabilidade das cadeias de produção. Como exemplo, o simulador de erosão que já ajudou um produtor de soja que estava com problema na produção. “Ele aplicou o que aprendeu e já teve resultado na colheita deste ano. O solo de Mato Grosso é compactado e precisa ser protegido com cobertura vegetal para evitar erosão”, simplifica Gil.

Na quinta-feira, aconteceu o encontro com apicultores do município que foram agraciados com a moção ‘Amigos das Abelhas’. Uma iniciativa realizada em parceria com a cooperativa de crédito Sicredi e a empresa LC Sementes.

Na ocasião, participaram da celebração a secretária de Estado de Agricultura Familiar, Teté Bezerra, do presidente da Empaer Renaldo Loffi, do prefeito de Canarana Fábio Marcos Pereira de Faria, do vice-prefeito Vilson Biguelini, técnicos, servidores e os produtores.

Em seu discurso, a secretária Teté Bezerra destacou o trabalho em conjunto entre a Seaf e a Empaer que vem dando resultados positivos em todo estado. “A Empaer é o braço e as pernas da Seaf. Duas leis sancionadas recentemente pelo Governo vêm para beneficiar a agricultura familiar e fortalece ainda mais a parceria. O primeiro, o Fundo de Apoio à Agricultura Familiar para apoiar os pequenos empreendimentos rurais e a outra estabelece critérios para a manipulação e beneficiamento de produtos de origem animal provenientes da agroindústria familiar”, reforça Teté.

O presidente da Empaer Renaldo Loffi reforçou a importância também da parceria com a gestão municipal. “Em Canarana, nossa equipe técnica tem o reconhecimento tanto dos gestores quanto dos produtores. São elogios pertinentes do resultado de muito trabalho da assistência técnica e extensão rural que refletem na qualidade de vida dos agricultores”.

O prefeito Fábio Marcos Pereira de Faria também enalteceu e reforçou a importância do acompanhamento da Empaer junto aos agricultores. “Desde 2017 estamos na gestão e, desde então, essa parceria vem sendo consolidada. A Empaer em Canarana faz um trabalho de excelência com resultados comprovados. Vamos continuar contribuindo com o que for possível e reforçar nossos laços”, completa ele.

Para encerra a programação nesta sexta-feira (12), aconteceu pela manhã o tradicional encontro com os pioneiros de Canarana. O café da manhã foi a oportunidade de trocar experiências com os desbravadores e, entre eles estava o filho de Joventino Pezzini já falecido, o Jolmir Antoninho Pezzini, que lembrou do seu pai que foi um dos primeiros moradores de Canarana e já foi homenageado em outras edições do café da manhã.

Dono da Fazenda Ciriema, em Água Boa, Jolmir lembra que é produtor e viu de perto Canarana mudar graças ao trabalho da Empaer. “Tudo que Canarana tem hoje em relação a produção agrícola devemos a Empaer. Sou da época que era o técnico de Barra do Garças que auxiliava na assistência técnica no município. Hoje, a equipe do escritório local é nota 10. Por isso, precisamos valorizar a empresa e sua equipe que nos mostrou e continua mostrando o caminho a seguir. Até meu filho que é formado em agronomia e hoje é pastor também defende a Empaer. Canarana chegou onde está é graça a Empaer”, destaca ele.

fonte/an




15/01/2024 – Confresa FM

SEGUE A @CONFRESAFM

(66) 98427-4473

confresafm@hotmail.com

(66) 3564 – 1514
confresafm@hotmail.com
Confresa – MT

NO AR:
CORUJÃO