NOTÍCIAS


Pai que tentou ajudar filho durante ataque de abelhas em MT levou mais de 400 picadas e desmaiou três vezes

O caminhoneiro Elias Araújo Monteiro, que tentava ajudar o filho durante um ataque de abelhas, levou mais de 400 picadas e desmaiou três vezes. O caso foi registrado no último domingo (3), em Sinop, a 503 km de Cuiabá, após uma colmeia que estava próxima da casa deles cair por causa de uma ventania.

“Eu consegui arrastar elas para rua, porque eu achava que, assim, iriam embora, mas elas não foram. Foi quando comecei a pedir socorro na casa do vizinho e, quando acordei pela terceira vez, eu falei, agora foi, e entreguei tudo na mão de Deus”, contou o caminhoneiro.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a colmeia caiu no chão e atacou os cachorros que estavam no local. O filho, de 14 anos, tentou ajudar os animais e levou diversas picadas. O pai tentou socorrer o filho e também foi atacado.

Ainda de acordo com os bombeiros, as primeiras ligações que a equipe recebeu relatavam que as vítimas teriam sido atacadas por um enxame agressivo de abelhas, por isso, a ocorrência estava voltada para o atendimento pré-hospitalar e a equipe foi até o local sem o equipamento de proteção adequado.

“Enquanto a equipe se deslocava até o local da ocorrência, novas informações chegaram e tivemos mais clareza dos fatos. De imediato, nossa viatura de salvamento também foi acionada, mas o sargento já tinha chegado no local com uma unidade de resgate e fez o primeiro atendimento”, disse o Major Leíson Vieira.

Durante uma coletiva de imprensa realizada nessa segunda-feira (4), o Corpo de Bombeiros também informou que equipes trabalham para tentar localizar o restante das abelhas na região.

O ataque

As imagens mostram o pai caído no chão. Logo depois, o Corpo de Bombeiros chega no local com um spray para espantar as abelhas. Depois, um morador com algumas folhas tenta ajudar. A vítima é colocada na ambulância e levada ao hospital. 

Com a quantidade de ferimentos, o caminhoneiro caiu no chão e os vizinhos colocaram fogo em um lençol para fazer fumaça e tentar espantar os insetos.

Uma criança, de 3 anos, também estava na casa e foi levada até a unidade pelos bombeiros. De acordo com o bombeiro Márcio da Silva, a criança foi levada para passar por atendimento médico e identificar se também foi picada pelas abelhas.

“O pai foi o mais atingido pelas picadas, foram várias pelo corpo. O filho adolescente também foi picado e levado. Já a criança que foi retirada pela guarnição da residência, após atendimento, foi averiguado que ele não foi picado”, disse.

Após atendimento médico, o pai e o filho tiveram alta do hospital, nesta segunda-feira (4).

Como se proteger?

A orientação é evitar que pessoas e animais passem próximo do local. Também é indicado que as pessoas evitem barulhos muito altos, pois chama a atenção dos insetos.

A equipe do Corpo de Bombeiros alerta que em casos de enxames, é necessário que a população se afaste dos insetos e isole a área em, no mínimo, 30 metros.

fonte/an




06/12/2023 – Confresa FM

SEGUE A @CONFRESAFM

(66) 98427-4473

confresafm@hotmail.com

(66) 3564 – 1514
confresafm@hotmail.com
Confresa – MT

NO AR:
LIBERTAÇÃO