NOTÍCIAS


Rússia abre corredores, mas Ucrânia denuncia violações

Após o acordo de ontem entre Rússia e Ucrânia, moradores têm conseguido deixar ao menos duas cidades do país invadido. Um corredor humanitário foi aberto hoje em Sumy, cidade ucraniana a cerca de 330 quilômetros a leste da capital, Kiev, perto da fronteira com a Rússia. Ontem, Sumy foi atingida por um ataque russo, que matou crianças; nesta manhã, houve relato de um tiroteio, apesar do corredor. “Vamos tentar de novo”, disse Mykhailo Podolyak, conselheiro da Presidência da Ucrânia. O país espera a abertura de mais corredores.

Hoje, 13º dia da invasão russa, a Ucrânia acusou a Rússia de impedir a saída de mulheres, idosos e crianças de Mariupol. “O inimigo executou um ataque exatamente na direção do corredor humanitário”, disse o Ministério da Defesa ucraniano. Ontem, a Rússia prometeu trégua em cinco cidades ucranianas para evacuação de ucranianos por corredores: Sumy, Kharkiv, Chernigov, Mariupol e a capital, Kiev.

Em Irpin, cidade próxima a Kiev e que não consta na lista da trégua russa, cerca de 150 pessoas foram evacuadas hoje, segundo disse Oleksiy Kuleba, governador da região. Desde ontem pessoas têm deixado a cidade. A única saída da cidade para a estrada para Kiev é por uma travessia sob uma ponte que foi destruída. Há relatos de três horas de fila para conseguir atravessar. O Serviço de Emergência do Estado tem prestado assistência médica quando necessário.

Nesta terça (8), a Ucrânia ainda contabiliza os ataques sofridos nas últimas horas. As chamas em um depósito de petróleo foram apagadas nesta manhã em Chernyakiv, a cerca de 165 quilômetros a oeste da capital. O incêndio começou após um ataque das forças russas. Em Kharkiv, a segunda maior cidade do país, e em Mykolaiv, a cerca de 480 quilômetros a sul de Kiev, áreas residenciais foram atingidas por bombardeios.

Para o governo ucraniano, a sensação é de que o avanço das forças russas diminuiu. “O ritmo do avanço do inimigo desacelerou consideravelmente, e em certas direções onde eles estavam avançando, praticamente parou”, disse o conselheiro presidencial ucraniano Oleksiy Arestovych. “As forças que continuam a avançar, avançam em pequenas forças.”.

A ONU (Organização das Nações Unidas) anunciou hoje que o número de refugiados em razão do conflito na Ucrânia superou a marca de 2 milhões de pessoas. Cerca de metade foi para a Polônia.

Corredor

A rota para evacuação em Sumy é para as cidades ucranianas de Golubivka, Lokhvytsia, Lubny e Poltava, segundo o chefe da Administração Regional de Sumy, Dmytro Zhyvytsky. Segundo Zhyvytskyi, no momento da evacuação, houve um tiroteio nos arredores da cidade, mas o comboio com a população local não foi atingido. “Portanto, todos devem considerar o nível do perigo”, escreveu nas redes sociais.

O corredor deverá operar, no horário local, das 10h às 21h (das 5h às 16h, no horário de Brasília), segundo o governo ucraniano, que diz que serão evacuados civis e estudantes estrangeiros. O Ministério da Administração Interna da Ucrânia diz que 20 ônibus partiram quando o corredor começou a valer.

Apesar da promessa russa de uma trégua em algumas cidades. a vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, enfatizou que nenhuma outra rota de evacuação foi acordada, segundo relato do veículo de imprensa ucraniano Ukrinform.

Segundo Vereshchuk, o corredor foi “aprovado oficialmente pelo Ministério da Defesa russo em uma carta ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha”. “Nós, como parte com a qual a abertura do corredor humanitário foi acordada, temos provas documentais”, disse Vereshchuk.

“Pedimos à Rússia para manter seu compromisso de cessar-fogo, abster-se de atividades que ponham em risco a vida das pessoas e permitir a entrega de ajuda humanitária”, disse, em seu perfil no Twitter, Oleg Nikolenko, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Ucrânia.

Outros corredores

As negociações estão em andamento para abrir outros corredores humanitários na Ucrânia, disse Vereshchuk. Segundo a vice-primeira-ministra, foi enviado para a Rússia e para a Cruz Vemelha outras rotas desenvolvidas para corredores humanitários:

Volnovakha – Zaporizhia,

Mariupol – Zaporizhia,

Kiev e região de Kiev na direção do oeste da Ucrânia,

região de Kharkiv e Kharkiv na direção do oeste Ucrânia.

“Apelamos à Rússia para que concorde imediatamente com essas rotas, informe o Comitê Internacional da Cruz Vermelha e assegure um cessar-fogo permanente nessas rotas”, disse Vershchuk.

Fonte Uol




08/03/2022 – Confresa FM

SEGUE A @CONFRESAFM

(66) 8427-4473


(66) 3564 – 1514
confresafm@hotmail.com
Confresa – MT

NO AR:
ROMANCE