NOTÍCIAS


Ucrânia tenta abrir novas rotas para civis; cidades seguem sob ataques

A Ucrânia tenta negociar a abertura de mais corredores humanitários para que civis escapem deárea de conflitos contra tropas russas, já que os ataques continuam a acontecer nesta sexta-feira (11), dizem autoridades ucranianas.

De acordo com a ministra da Reintegração do país, Iryna Vereshchuk, as negociações envolvem cinco rotas:

  • Mariupol – Zaporizhzhia
  • Volnovakha – Pokrovsk
  • Polohy – Zaporizhzhia
  • Enerhodar – Zaporizhzhia
  • Izium – Lozova

Vereshchuk disse ainda que outras tentativas serão feitas para permitir que as pessoas escapem dos combates em Kiev, com rotas da capital para destinos como Bucha, Gostomel, Kozarovychi e Mykulychi.

As principais cidades ucranianas, incluindo Dnipro e Lutsk, estão sendo “sujeitas a golpes devasyadores”, disse Mykhailo Podoliak, assessor do chefe do gabinete do presidente ucraniano, nesta sexta-feira.

O prefeito de Lutsk relatou explosões em um aeródromo da cidade, segundo a agência de notícias ucraniana UNIAN. Além disso, o Serviço de Emergência da Ucrânia disse também que uma pessoa na cidade de Dnipro morreu após três ataques aéreos no início da manhã, que atingiram um jardim de infância, um prédio de apartamentos e uma fábrica de calçados de dois andares.

O ministro de Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, acusou as forças russas de matarem mais civis do que soldados ucranianos. “Quero que isso seja ouvido não apenas em Kiev, mas em todo o mundo”, disse Reznikov em transmissão.

O presidente ucraniano, Volodymir Zelensky, afirmou que está pronto para conversar diretamente com o presidente russo, Vladimir Putin, mas ” não se comprometerá a posição russa durante essas negociações”, disse o vice-chefe do Gabinete do Presidente da Ucrânia à CNN, Igor Zhovkva.

Zhovkva declarou ainda que o país está aberto à neutralidade”se o bloco da Otan não estiver pronto por enquanto para aceitar a Ucrânia”. “Mas, ao mesmo tempo, precisamos de garantias de segurança rígidas para a Ucrânia para que essas guerras terríveis, essa agressão terrível não se repita no futuro”, acrescentou.

Zelensky declarou na quinta-feira (10) que a cerca de 100 mil pessoas foram evacuadas por corredores humanitários nos últimos dois dias. Houve sucesso na entrega de ajuda humanitária, alimentos e remédios. “Estamos fazendo de tudo para salvar nosso povo nas cidades que o inimigo quer destruir”, continuou.

Corredores humanitários em Mariupol e Volnovakha foram repetidamente bloqueados ou ficaram inacessíveis na semana passada em meio a intensos combates e bombardeios das forças russas. Houve mais sucesso na evacuação de pessoas de Izium, que viu uma destruição generalizada.

Já a Rússia prometeu na quinta-feira que irá abrir rotas de evacuação diária para civis na Ucrânia. Os corredores humanitários levarão os cidadãos para território russo e funcionarão diariamente a partir das 10h, no horário local.

As repercussões globais sobre a guerra continuam. Na noite de quinta-feira, o Senado dos Estados aprovou um enorme projeto de lei de financiamento do governo de US$ 1,5 trilhão que inclui US$ 13,6 bilhões em ajuda à Ucrânia. O projeto de lei, que a Câmara já tinha aprovado, agora pode ser enviado ao presidente Joe Biden para sanção.

Dos US$ 13,6 bilhões em ajuda à Ucrânia, o dinheiro é reservado para assistência humanitária, defesa e econômica. O projeto de lei também inclui disposições para a aplicação de sanções.

Fonte: CNN




11/03/2022 – Confresa FM

SEGUE A @CONFRESAFM

(66) 8427-4473


(66) 3564 – 1514
confresafm@hotmail.com
Confresa – MT

NO AR:
ROMANCE